terça-feira, 20 de outubro de 2009

A Mirante/Sarney não falou

A primeira vez que o futebol maranhense recebeu destaque no Globo Esporte, foi pelo lamentável episódio que inclusive, foi destaque também na imprensa internacional.

O jogo entre Viana e Chapadinha entrou para a história do futebol com um estranho recorde, no exato momento em o time de Viana ganhava o time de Chapadinha por 11 X 0, prejudicando assim, o time do Moto Clube, que por graça divina também goleava o time de Santa Quitéria por 5 x 0.

Fernando Sarney e a CBF
Como sempre, esqueceram de noticiar que o futebol maranhense tem um representante na CBF (que nada faz para melhorar a situação do nosso futebol), e que os representantes do futebol de Viana e Chapadinha, são do grupo Sarney. Vejam: O prefeito de Viana Rilva Luiz (PV) é da base sarneísta, Rilva tem interesse direto no título do time que leva o nome da cidade.

A coisa piora quando um prefeito de 52 anos, que também é jogador do time que recebeu a goleada. O Maninho do DEM, que também faz parte do grupo Sarney.

A prefeita de Chapadinha Danúbia Carneiro do grupo do ex-prefeito Magno Bacelar (presidente do time de Chapadinha), são ligados ao deputado Max Barros, todos do grupo Sarney. Sobre eles, pesa a acusação do deputado Paulo Neto, como sendo os responsáveis pela marmelada.

Além disso, Fernando Sarney tem sua cadeira garantida como vice-presidente da CBF, que infelizmente nada fez pelo futebol maranhense, e nem fará nunca, a não ser viajar para os jogos da seleção com a comitiva presidencial por conta da CBF.

Um comentário:

Mano disse...

Isso se chama de camaradagem entre bandidos.