terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

NOTAS NACIONAIS

Fila do abate
Ministros do Tribunal Superior Eleitoral receberam a cópia de uma extensa carta encaminhada ao advogado Francisco Rezek. O autor é o senador José Sarney, que em janeiro, antes de ser eleito presidente do Senado Federal, fez severas queixas ao comportamento do ex-ministro da Suprema Corte ao longo de sua vida pública.
Em 27 páginas, Sarney relata episódios que na opinião dele desmontam a postura ética de Rezek. Tanta ira foi uma resposta às críticas do ex-ministro que defende o governador Jackson Lago (PDT), que hoje será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral. Rezek disse que Sarney era um atraso para o Maranhão.

Mágoas passadas
Na carta encaminhada a Francisco Rezek, Sarney lembra o desconforto quando o ex-ministro deixou, em 1990, o Supremo Tribunal Federal para assumir o Ministério das Relações Exteriores no governo do ex-presidente Fernando Collor de Mello. Depois de dois anos no Itamaraty, Rezek voltou a ser indicado para o STF, onde ficou até 1997, quando foi escolhido para ir para a Corte de Haia, na Holanda. Doze anos depois, o fato pode ser repetido pela ministra Ellen Gracie, também do Supremo. Por isso, os seus colegas querem que ela peça aposentadoria do STF.

Salvo pelo gongo
A seleção brasileira tirou o empresário Fernando Sarney da linha de tiro da imprensa nacional. Horas antes de a informação sobre a Abin ter avisado com antecedência o clã maranhense a respeito de processo movido contra Fernando Sarney alcançar as principais redações, o filho do presidente do Senado embarcou para Inglaterra, onde acompanhará o jogo amistoso entre o onze canarinho e a seleção da Itália. Cartola da CBF, Fernando é o chefe da delegação brasileira que viajou à terra do Big Ben.

Senha na mão
Pensando bem, se o castelo de Edmar fosse transformado em presídio político, muitos ficariam do lado de fora.

2 comentários:

FABIO SOUZA disse...

RICARDO,FICO ABISMADO QUANDO VEJO ESSA SARNEYSADA DOIDA PRA VER O NOSSO GOVERNADOR FORA DO COMANDO DO NOSSO ESTADO,ALEGANDO NO PROCESSO QUE MOVE CONTRA ELE QUE HOUVE CAPTAÇÃO ILICITA DE SUFRÁGIOS ATRAVÉS DO PODER ECONÔMICO,E O SR FERNANDO SARNEY NÃO FOI PEGO DIAS ANTES DA ELEIÇÃO DE 2º TURNO PARA GOVERNADOR COM UM DEPÓSITO DE R$ 2.000.000.000,00(DOIS MILHÕES DE REAIS)FEITO PELO EMPRESÁRIO EDUARDO LAGO CASADO COM UMA IRMÃ DA SUA ESPOSA DONA TERESA MURAD SARNEY.
AI FICO ME PERGUNTANDO COMO ESSA SARNEYSADA NÃO TEM VERGONHA NA CARA,PORQUE ATÉ QUE SE PROVE AO CONTRÁRIO O JACKSON LAGO FOI ELEITO PELO VOTO POPULAR DE QUEM NÃO AGUENTAVA MAIS UMA DOMINAÇÃO DE MAIS DE 40 ANOS DE QUEM SO FEZ DO NOSSO ESTADO UM DOS PIORES DO BRASIL.
JA NO CASO DO IRMÃO DA ROSEANA SARNEY,ESSE SIM FOI PEGO E COMPROVADO QUE USOU O SEU PODER ECONÔMICO NAS ELEIÇÕES PARA TENTAR ELEGER SUA IRMÃ INCAPAZ DE ADMINISTRAR UM ESTADO.

Anônimo disse...

A sarneysada ta grampeada, walter rodrigues ta sendo comentado mais do que nunca, vc sabia que aquele aviao comprado pelo CEUMA, mais que o Sarney que usa par