segunda-feira, 14 de abril de 2008

Dias de glória do JP

O Jornal Pequeno viveu momentos de gloria nos últimos dias. Atacado diuturnamente pelo império de comunicação do grupo Sarney/Mirante/Murad ele mostra mais uma vez que continua sendo um veículo necessário e imprescindível ao Maranhão. A artilharia contra o jornal dos Bogéa e seu diretor Lourival, veio de todos aqueles que hoje na imprensa maranhense servem aos interesses de Sarney (rádio, jornal, TV e internet). O conteúdo do discurso é único. Muda só o estilo. O saudoso Zé Pequeno, que hoje está em outro plano, deve estar orgulhoso de seus herdeiros.

6 comentários:

eudes barros disse...

o JP sempre foi a espeinha na garganta do sarney, mesmo nos tempos em que o velho senador gozava de grande prestígio junto aos generais ditadores desse país.

rodrigues, autônomo disse...

AINDA BEM QUE OS MARANHENSES DE BEM AINDA PODEM CONTAR COM ESSA TRINCHEIRA FORTE NA LUTA CONTRA O DOMÍNIO MALÉFICO DA OLIGARQUIA MALDITA.

ribamar lima disse...

esse é o bom e velho jornal pequeno, um dos pilares que ajudou a enterrar a oligarquia caduca.

Josias Andrade disse...

O QUE SERIA DOS MARANHENSES SEM ESSA VOZ CORAJOSA E VALENTE CHAMADA JORNAL PEQUENO!!!

Anônimo disse...

Sabem quem o "bom e velho", a "trincheira" colocou na primeira página quando o decujos foi-se dessa para o além? Isso mesmo: Roseana. O JP nunca foi espinha na garganta de ninguém, a não ser de José Reinaldo, que ele chamava de corno diariamente. E dos secretários de Fazenda tanto dos municípios quanto do Estado, que ele vem extorquindo há décadas. Desde quando o insuportável Bogéa era vivo e fazia suas ridículas paródias nas madrugadas.

Anônimo disse...

Concordo com tudo e mais tudo, o JP realmente é a unica fonte fidedígna que temos hoje no maranhão, quem sabe poderá aparecer outra, afinal,o Lourival Bogéa tem filhos.