sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Roseana Sarney usa o governo para garantir mais um “negócio” da família

Mais uma negociata para beneficiar a família da governadora empossada Roseana Sarney, está para se concretizar.

Trata-se do Viva Cidadão, espaço criado pela própria Roseana ainda em seu primeiro governo para fortalecer o exercício da cidadania, facilitando o acesso da comunida a ações da qualidade na prestação de serviços públicos.

Acontece, que ao ser empossada pelo TSE, no governo do Maranhão, uma das primeiras medidas da governadora foi anunciar a instalação de um posto do Viva Cidadão no shopping Jaracati, lugar inapropriado para esse tipo serviço, uma vez que se torna quase inacessível para as pessoas que habitualmente procuram pelos serviços, que em sua maioria são assalariados e desempregados que dependem do transporte coletivo para se deslocarem, ao contrário do Viva Cidadão do Centro Histórico, bem ao contrário dos demais postos que têm um fácil acesso.

Todos sabem que o Shopping Jaracati tem como principais acionistas o senador José Sarney, pai da governadora,Jorge Murad, marido da governadora e o secretário-chefe da Casa Civil do estado, João Guilherme Abreu, amigo pessoal e considerado por alguns como “testa de ferro” de Roseana e Jorge.

Construído para render altos lucros, o empreendimento se tornou uma espécie de “elefante branco” com poucas lojas alugadas em função do pouco movimento de público.

Para resolver esse “problema familiar”, Roseana resolveu levar exatamente para lá o Viva Cidadão e dessa forma matar dois coelhos com uma só cajadada, ou seja, o estado aluga parte do shopping por um “preço generoso”, e ainda faz aumentar o fluxo de pessoas segurando os lojistas que já ameaçavam debandar por falta de clientes (tempos atrás, foram os caixas rápidos da Caixa Econômica que funcionavam no São Luis Shoping, que da noite para o dia, apareceram no Jaracati, e lá ficou até hoje). Mais uma caixinha de surpresas.

Mas isso é apenas a ponta do iceberg; fora as mansões em Brasília, os apartamentos em São Pulo, o Castelo em Cintra, tem muito mais. Tomem nota:

A Mirante todos estão carecas de saber, que é mantida pelos cofres do Estado, as companhias de luz, telefone, água e esgotos, apartamentos, condomínios, construtoras, frigoríficos, fazendas, hotéis, rádios, resorts em Barreirinhas, as terras de Sto Amaro, a Ilha de Curupú, etc. Veja mais clicando aqui:

Talvez seja por isso, que o Maranhão seja conhecido internacionalmente como “a terra do Sarney”, ou melhor: Dos Sarneys e Murads. E o povo, como disse o presidente Lula, ficou na merda!

É esse o governo que quer “cuidar das pessoas”, nem que seja apenas e tão somente, das pessoas das famílias Sarney-Murad.

2 comentários:

DANYLLO disse...

Sem contar a agência da CEF que saiu do Shopping São Luís para o Jaracaty. Alguém duvida se o tal Jaracaty Shopping não existisse a agência da Caixa não estaria no São Luís até hoje?

Mano disse...

Falou em mamata com o dinheiro público, falou em família Sarney!