terça-feira, 18 de agosto de 2009

DESCONTROLE E CRISES DE CIUMES MARCAM O GOVERNO BIONICO DE ROSEANA SARNEY

O atual secretário de planejamento Gastão Vieira, continua pensando que a educação é mesmo a sua especialidade. A última do protagonista da educação foi deixar o planejamento do Estado, para dar pitacos na secretária de Educação do companheiro César Pires. O clima de ciumeira ta formado nas hostes sarneístas.

Em artigo no blog Imirante (veja aqui), o secretário discorre sobre um novo sistema de gestão escolar, assina convênios com várias prefeituras, mas não diz no artigo que esse seu “sistema de gestão” é uma cópia melhorada de um programa que César Pires (secretario de educação de fato), apresentou na semana passada.

O mal educado Gastão Vieira, que não respeita os limites que não lhe competem, está mesmo é querendo mostrar que manda mais que o titular. Também que no governo biônico, apenas ele entende de educação.

Mas vamos aos fatos:

Que exemplos o atual secretário de planejamento do Estado se refere? No antigo governo de Roseana Sarney, Gastão construiu apenas três escolas. E ainda se diz, o grande nome da educação atual. Ora, todos sabem que Gastão ficou à frente da Educação por oito anos, inclusive, mandando na gestão de seu sobrinho Danillo Furtado.

Gastão Vieira na verdade, apenas protagoniza um estilo criado em governos passados, que não cabem mais na atualidade. Quer mostrar que entende de educação, mas a sua prática comprova o contrário.

Um comentário:

Mano disse...

Esse é o governo biônico da "Mãe Rosengana", onde ninguém se entende e todo mundo manda.