quarta-feira, 10 de setembro de 2008

RONNALD KELPS

Também o poeta, escritor, e estudante de Jornalismo: Ronnald Kelps, nascido em Vargem Grande MA, terra do Antropólogo Nina Rodrigues, do Poeta Hemetério Leitão, do artista Fleury Gama e tantos outros.

Ele que é um leitor das poesias de Ferreira Gullar, ressalta que os poetas que quiserem ser referência em um futuro, serão aqueles que beberem do conhecimento do passado e modificarem aos poucos sua estética. É tão verdade essa afirmação que Ferreira Gullar, para ele, é o maior poeta em atividade em nosso País hoje.

No POEMARA 2008, Kelps escolheu a poesia “palavra’’ apontada como sua obra prima.

Fiquem com ela:

Palavra

Lança feroz conduzindo chamas
fogo diurno esmerilando meu ombro,
luz conduzindo ao pó da tarde
fio de teia
que em prendendo mata sem dó.
Incêndio água-viva, sossego falecido.

uma voz vem da zoada da rua do Egito
e apodrece entre a lama fétida do rio anil,
cheira a alecrim sob o sabão do dia
lâmina na mão de Golias
decepando corpo e cabeça.
Do solo sofrido a dor do que se vive
cansado chão de esperanças
apagadas
tudo o que falo e
sinto vem da
palavra não.

34 comentários:

Anônimo disse...

Igual o poeta maranhense Nauro Machado, nunca teremos

Flávio disse...

Nunca teremos? Se depender do incentivo à cultura que os Maranhenses tem a seu dispor, essa afirmação está beirando a verdade absoluta! Bons poetas existiram e sempre exsitirão. Mas foi-se o tempo em que o trabalho de um poeta era reconhecido.

Hoje, no Maranhão, só temos 2 eventos destinados a prestigiar a poesia dos maranhenses. Uma cidade que tem título de patrimônio cultural da humanidade podia fazer valer esse título também investindo na produção cultural de seus habitantes! Mas nem a preservação de casarões a cidade está sabendo fazer!

A cultura vem sendo tratada (a nível de Brasil) como uma saída para o Lazer. E essa situação se agrava ainda mais quando se fala em Maranhão. É preciso raciocinar que a identidade cultural/artística de um povo se faz presente em todos os aspectos: Na pintura, na literatura, na música ou em qualquer outra forma de arte e expressão. E que essa identidade está muito além de uma simples forma de lazer! Ela é essencial para que tenhamos um motivo para sermos chamados de Brasileiros em certos casos.. Maranhenses em outros...

A arte escreve a identidade de um povo! Viva a poesia, viva a pintura, viva a música. E viva todos aqueles que se aventuram a seguir por um caminho tão injusto quanto o caminho da arte!

francielle mendes disse...

o poeta Ronnald Kelps participante do festival Poemara,posso dizer que além de um poeta é grande vencedor; pois dedica o seu tempo livre para escrever suas poesias e contos, além de tudo é o produtor da mais bela poesia do festival:PALAVRA.

francielle mendes disse...

o poeta Ronnald Kelps participante do festival Poemara,posso dizer que além de um poeta é grande vencedor; pois dedica o seu tempo livre para escrever suas poesias

francielle disse...

o poeta Ronnald kelps; além de um grande poeta é um guerreiro, pois dedica o seu tempo livre para escrever suas poesias e contos, sem falar que é o autor da mais bela poesia festial Poemara:PALAVRA. VALEU RONNALD KELPS VOCê SEM DÚVIDAS VOCê É O MAIS NOVO POETA MARANHENSE!!!

Anônimo disse...

na historia do maranhão so conheço dois poetas milionarios: Bentivi e Jose Sarney

Antônio Marcos Rocha disse...

O jovem e grande poeta Ronnald Kelps vem obtendo sucessos com suas maravilhosas poesias,bastante relacionadas à inquietude humana e a temas de grande cunho politicos.
O prêmio de vencedor da 20 festival maranhense de poesias, com o poema Alegria Fosca,vem dignificar esse poeta jovem e talentoso que atrvés de sua jovialidade,disponta o talento da poesia maranhense no cenário nacional.(Antônio Marcos Rocha).

Dirceu de Castro disse...

a matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras...

Max de Medeiros disse...

"POESIA", a 6ª arte. A mais bela das manifestações através da pura e simples palavra. "PALAVRA" que o poeta Ronnald Kelps soube expressar belíssimamente em sua poesia, exaltando a força das palavras. O poeta Kelps é, sem dúvida, uma revelação maranhense, provável vencedor do POEMARA 2008, mas, acima de tudo, é a prova de que a Atenas brasileira ainda é conservada na nossa ilha ludovicense. É através de mentes e talentos, como Kelps, que sentimos orgulho de sermos maranhenses.

Vlw...

camila disse...

A sociedade maranhense dispoe de muitos talentos poéticos é uma pena que não há uma valorização merecida a estes em nosso estado.
A poesia Palavras de Ronald Kelps está maravilhosa é realmente uma obra digna de vencer o Poemara 2008 repetindo o feito em 2006 do mesmo.
Apenas me questiono onde esse rapaz encontra tempo para fazer suas poesias, uma vez que sua vida é tão corriqueira mesclada com trabalho, estudos, família e religião, acredito que a resposta para o meu questionamento está justamente em seu dia-dia, já que não precisamos buscar ispiração muito longe de nossos olhos. Parabenizo esse poeta e no futuro quero vê-lo em livros de literatura, na Academia Maranhense de Letras, quero simplesmente que ele vá longe.
Parabéns Ronald Kelps!"O futuro pertence àqueles que acreditam na força de seus sonhos"

Ronnald Kelps disse...

Grande Ricardo Santos, ao chegar de Goiânia à nossa ilha São Luís fiquei muito feliz! Soube que você dedicou um espaço ao Poemará 2008 em seu blog. MUITO BOM! Criado com o intuito de estimular o cenário literário/poético maranhense, o Festival Maranhense de Poesia chega à sua 22ª edição com todo o vigor mesmo sem patrocinadores para a realização. A boa vontade do diretor do DAC, Euclides, é o que impulsiona o evento. Os poetas da atualidade têm uma tarefa muito diferenciada, principalmente os poetas maranhenses, porque a poesia do nosso Estado é referência entre as outras existentes no País. O espaço democrático da blogosfera é de extrema relevância nesse processo. Obrigado Ricardo Santos!!! Pelo apoio e amizade. E, a todos os que estão comentando! E vamos à festa da poesia! É dia 02 de Outubro de 2008 no Teatro Artur Azevedo a partir das 19:00h

Safira Marques disse...

Felizes aqueles q. pensam a nathureza dos meios, pelos quais sua arte se realiza. Feliz, a busca, o desvelo pleno do pensamento no tempo. Com a palavra, anda a humanidade, avançam as ciências & as artes, no deliberado encontro com o pather macro-criador, q. é dúvida novamente, e reencontro, e partida, e revolução, e persecutiones, e nos faz solipsar com a própria palavra na sã contingência do existir.

Lorena de Cassi Fernandes disse...

O Poemará é um evento que aproxima o público da poesia e também serve de intercâmbio entre os poetas. O festival é um dos poucos que ainda privilegia o talento poético em nosso Estado, somando-se, é claro, ao Concurso Cidade de São Luís. Em uma cidade que respira poesia e tem uma efervescência poética, ainda é pouco. Mais uma vez. Esse festival, ao longo dos anos, serviu para descobrir vários poetas como é o caso de Paulo Melo Souza, Roberto Kenard, Fernando Abreu, Antonio Aílton, Paulinho Dimaré, Rafael Oliveira, Ribamar Feitosa, Rosemary Rêgo, Mauro Ciro, Eduardo Júlio, Maria Aparecida Marconcine, Josoaldo Rêgo, César Borralho, João Almiro Lopes Neto, Francisco Tribuzi, Bioque Mesito, Dyl Pires, Cibele Bittencourt, César William, Junerlei Moraes, Geane Fiddan, Lúcia Santos, Ronnald Kelps, dentre outros.

Rosa de Paula Prado disse...

Muito feliz me fez Ronnald Kelps ao me mostrar sua poesia, pois encontrei nela uma inquietude que não é só minha, mas acredito que de grande parte dos poetas: a inquietude que nos faz expressar a dor de multidões.
Uma gostosa inquietação que tem o poder de criticar mundos, transformar pensamentos, salvar vidas, mudar pessoas...
Acredito ser este alguns dos infinitos papéis da poesia e por isso é fundamental que cada ser humano conheça sempre um pouco mais dessa arte, por vezes, negligenciada, por vezes, esquecida...
A sua poesia me fez refletir sobre a negação diante da necessidade fazendo-me abstrair até a nossa realidade socio-política. E eu fui apenas uma; outros, poucos ou muitos, o que importa é a transformação em cada "ser único".
Sua missão já foi cumprida, agora o que virá será a comemoração!!!
Parabéns e Sucesso!!

Rogério Costa disse...

Ronnald Kelps, além de perseverante, tem habilidade para o que mais gosta: fazer poesia, ainda que nas situações das mais adversas. O poemará ganha muito em qualidade com o reconhecimento do talento do Ronnald para estar entre os finalistas do evento, significando democracia e respeito à poesia engajada e com conteúdo crítico.
Como tenho o pensamento de dizer que sorte é resultado do acaso, prefiro desejar SUCESSO ao camarada Ronnald, pois isso será resultado de muita perseverança.

Ricardo Santos disse...

Blz, é hj entao galera!
Uma forte torcida para nosso amigo R. Kellps!

Bruna de Oliveira disse...

acompanho o festival de poesias da UFMA há muitos anos sempre comparecendo à sessão final do mesmo. quanto a poesia do Poeta Ronnald Kelps, gostei muito das interferencias por mais q não queira da literatura maranhense do seculo passado. conheço alguns grandes poetas q vem colocando-o na condição de favorito. considerado inovador para 2008, pois seus versos rompem de vez com metricas e alinhamento. precisamos de poesias como ''palavra'' que mostra que o poeta se autentica com a cidade.

Sebastião disse...

Realmente é um poema singular apesar de lembrar tanto Nauro, mas concorri com ele na mesma eliminatória, não fui nem para a final, mas o poema emociona.Espero ser reconhecido algum dia como ele.

Fellipe disse...

SE ESSE POEMA FOI O MELHOR, TENHO MEDO DE SABER QUAIS FORAM OS RUINS. É PRECISO SAIR DE DENTRO DO OVO E PERCEBER QUE EXISTEM OUTROS TRABALHOS, OUTROS CONCURSOS LITERÁRIOS, OUTROS ESTADOS E COMPARAR. PARA MIM, COM ANOS DE EXPERIÊNCIA, COM PREMIOS POR TODO O BRASIL E FORA, ACHEI ESSE POEMA UM AMONTOADO DE "FRASES DE EFEITO" COM POUCO OU NENHUM SENTIDO. MAS SE ISSO AGRADA... SEJA FEITA A VONTADE DO PÚBLICO.

Luis Augusto Cassas disse...

Primeiramente gostaria de agradecer ao caro anonimo que comentou sobre a minha poesia. mas, o alerta: Ricardo Santos dedicou este espaço ao Poeta e Jornalista Ronnald Kelps. Quando José Chagas me disse que algumas poesias são para apenas ''dez Nauros Machados lerem'', lembrei-me das poesias Alegria Fosca, Labaredas e Palavras de Ronnald Kelps. Mas, hoje em dia, ainda é possivel testemunhar falas de pura falta de conhecimento como as do comentario infeliz acima. ao jovem que se intitulou ''fellipe'' um recado: vai procurar ler um livro camarada... um dicionario... qualquer coisa. é por causa de criaturas como voce que o Brasil não vai pra fente.

Valquiria disse...

concordo com o comentario do Luis Augusto Cassas que é um dos grandes nomes da atual poesia maranhense

Ricardo Santos disse...

Apesar de torcer pelo Ronnald e ser amigo de faculdade, esse espaço está aberto para todos. Não é verdade o que o Sr. Augusto Cassas está colocando, do contário nem liberaria seu comentario.

Josélima disse...

Reconheço que o Ronnald Kelps é um grande poeta

João Ariel disse...

galera!!! todos sabem!!!

o blog do Ricardo Santos é um espaço democratico!!!

Félix disse...

Alguma coisa acontece no meu koração
que só quando cruzo a Ipiranga
com a avenida São João

Gisele disse...

Parabéns a todos os poetas pelo dia da Poesia!!!

Gabryelly disse...

também parabenizo o poeta Ronnald Kelps por este dia!

Thamires disse...

Quando um homem criado
Em rudeza encontra beleza
Em poesias fazer,
É sinal que o amor
Visitou seu
coração

Dayanne Brito disse...

Ronnald Kelps,
amo suas poesias meu bem
te amuuu

Carol Bezerra disse...

ao grande Poeta Ronnald Kelps so tenho a dizer que o admiro muito e sou super fã de sua poesia!!! Parabéns Ronnald Kelps !!!

Anônimo disse...

Ricardo,
O Poeta Ronnald Kelps agora tem um blog
é o blog do poeta Kelps
linkado ao jornal O Imparcial

Artemísia disse...

Ricardo, quando vai começar o Poemará 2009 ?

Miguel Fernandes disse...

E aí Ricardo Santos ! Esse ano tem ou não tem Poemará ?????

jether joran disse...

Ronalld Kelps

Este nome parece alemao, eh bonito e esta dando o que falar na poesia, sou de Vargem Grande, terra boa de SRN dos Mulundus e S Sebastiao, de poetas como Jether Joran, Batim, Didi Barroso, Kleber Leite, Dico Barroso e tantos outros.
Estou contente em ver mais um talento de nossa velha e boa terra!

Abracos Jether Joran