sábado, 12 de abril de 2008

O senador José Sarney (PMDB-AP) avisou a amigos que está à disposição para ajudar o governador mineiro Aécio Neves (PSDB) na construção da candidatura à Presidência da República em 2010. A motivação do peemedebista, um dos mais experientes quadros da política nacional, vai além do simbolismo de fechar um ciclo na política ao trabalhar para entregar o governo ao neto de Tancredo Neves, o presidente eleito que deflagrou o processo de redemocratização do Brasil em 1985, mas morreu antes de tomar posse.

Sarney trabalha também porque não quer ver o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), na cadeira de presidente da República. Ele sempre atribuiu ao tucano paulista a batida da Polícia Federal na empresa Lunus, em 2002, que terminaram por tirar Roseana Sarney da campanha presidencial daquele ano. Embora a senadora tenha recebido um atestado de idoneidade do Supremo Tribunal Federal (STF) e o dinheiro tenha sido devolvido à empresa, a onda da candidatura foi quebrada e nunca mais voltou. E, como diz o ditado, vingança é um prato que se come frio.
(Denise Rothenburg com Guilherme Queiroz na coluna Brasília-DF)

9 comentários:

SEU JOCA disse...

OITIVAS NO TRE:

PREFEITO DE OLINDA NOVA CAI EM DIVERSAS CONTRADIÇÕES E AO INVÉS DE AJUDAR ACABA COMPLICANDO A VIDA DA COLIGAÇÃO DOS SARNEY.

ABAIXO A MATÉRIO DE O IMPARCIAL:

PRIMEIRO DEPOIMENTO É MARCADO POR CONTRADIÇÕES

O ex-prefeito de Olinda Nova, Almir Cutrim, o Mimi, foi a primeira testemunha a depor no processo de cassação do governador Jackson Lago (PDT), movido pelo grupo Sarney. Começou a falar às 10h40 e durante 1 hora e 50 minutos caiu em contradições diversas vezes.

Mimi declarou que uma parenta sua, que ele identificou apenas como “Conceição” (suposta militante do PDT), pediu que ele comprasse “xila” (maconha) para trocar por votos de jovens em favor de Jackson. Questionados por advogados do pedetista se ele tinha conhecimento de pontos de venda de drogas e traficantes do município, ele recuou. “Não conheço. (maconha) Não uso e nunca vi”.

Mimi ficou conhecido na eleição de 2006 por filmar uma suposta negociata entre ele, o deputado federal Julião Amin (PDT) e o secretário Júlio Noronha (Indústria e Comércio), genro de Jackson. As imagens mostram Mimi recebendo R$ 5 mil. Seria o pagamento do apoio que ele daria a Jackson.

No depoimento de hoje, ele declarou que gravou o encontro com uma filmadora comprada de um amigo. Ocorre que nos autos do processo consta que as imagens foram feitas numa micro câmera instalada numa caneta. Um material, aos olhos dos advogados de Jackson, de espionagem profissional, encontrado apenas em lojas especializadas.

Noutro momento, Mimi afirmou que depois de gravar as imagens levou-as diretamente ao superintendente regional da Polícia Federal, Augusto Gominho, que negou ter recebido. Gominho disse que foi chamado para ver as imagens no gabinete do procurador eleitoral Juracy Magalhães.

Outra declaração estranha de Mimi, na visão dos advogados de Jackson: antes de ir ao encontro com os pedetistas, ele afirmou ter estado com o advogado Marcos Lobo, da coligação “Maranhão – A força do povo”.

http://oimparcial.wordpress.com/2008/04/11/primeiro-depoimento-e-marcado-por-contradicoes

SEU JOCA disse...

OITIVAS NO TRE:

DEU EM O IMPARCIAL:

DELEGADO SUPERINTENDENTE DA POLÍCIA FEDERAL NO MARANHÃO AFIRMA QUE DE CADA 10 IRREGULARIDADES 08 FORAM COMETIDAS PELA COLIGAÇÃO DE ROSEANA.

O DEPOIMENTO DO DELEGADO SUPERINTENDENTE DA POLÍCIA FEDERAL NO MARANHÃO, GUSTAVO GOMINHO FOI UMA VERDADEIRA SARAIVADA DE PERDADOS NA COLIGAÇÃO DE ROSEANA E DE TESTEMUNHA DE ACUSAÇÃO CONTRA JACKSON ACABOU SE TORNANDO DEFENSOR INFORMAL DO ATUAL GOVERNADOR E FRUSTRANDO A COLIGAÇÃO ROSEANISTA. SÓ PARA VARIAR UM POUQUINHO OS BLOGUEIROS DA MIRANTE DETURPAM COMPLETAMENTE OS DEPOIMENTOS DANDO A ENTENDER QUE A COLIGAÇÃO DE ROSEANA É QUE ESTARIA SE DANDO BEM, NUMA CARA DE PAU INNACREDITÁVEL.

CASO JACKSON:

Audiências continuam hoje

Delegado da Polícia Federal afirma: em cada
10 irregularidades, oito
foram cometidas pela
coligação de Roseana

O superintendente da Polícia Federal no Maranhão, delegado Gustavo Gominho, disse ontem durante seu depoimento no TRE-MA que nas eleições de 2006 de dez denúncias de irregularidades cometidas no processo, pelo menos oito foram cometidas pela coligação “Maranhão – A Força do Povo”.
Para o advogado Flávio Dino, o depoimento do superintendente foi importante porque descreveu denúncias em relação a todas as coligações. “Não há base de acusação consistente contra a coligação “Frente de Libertação Popular”, afirmou Dino.

juliocesar disse...

O velho canalha já procura pavimentar sua permanencia no poder. Esse sabujo não larga o osso. Se Sarney fosse bom o Estado do Maranhão não exportava tanto miseravel para outros Estados.

FABIO SOUZA disse...

DESSA VEZ O JOSÉ SARNEY VAI SE DAR MAL,POIS O JOSÉ SERRA SERÁ O CANDIDATO DO PSDB A PRESIDENCIA,AINDA NÃO SERÁ A HORA DO AÉCIO NEVES QUE TAMBÉM É UM BOM CANDIDATO.
SE O MARANHENSE QUISER MESMO VER ESSA SARNEYZADA SEPULTADA DEFINITIVAMENTE,TERÁ QUE VOTAR NO JOSÉ SERRA,POIS SENDO ELE O PRESIDENTE DO BRASIL O SARNEY NÃO TERÁ CHANCE ALGUMA NO GOVERNO FEDERAL,E DE LAMBUJA VAMOS DETONAR A SENADORA ROSEANA"HELLO KITT" NUMA EVENTUAL REELEIÇÃO AO SENADO EM 2010,TAI A FORMULA PARA "EXTINGUIR" DE FORMA DEFINITIVA ESSA OLIGARQUIA DEFUNTA DO NOSO MARANHÃO.

Anônimo disse...

se o barco começa a fazer água o primeiro a abandoná-lo, como sempre é o sarney. QUE CANALHA!!!

thiago disse...

SARNEY TÁ COM MEDO QUE JOSÉ SERRA CHEGUE À PRESIDÊNCIA E MANDE METER NA CADEIA ROSEANA, JORGE E FERNANDO.

SEU JOCA disse...

CHEIRO DE PLANTAÇÃO....

A NOTA ABAIXO, ESTÁ NO SITE DO JORNALISTA CLAUDIO HUMBERTO E TEM JEITO, CHEIRO E FORMA DE PLANTAÇÃO DOS SARNEY PARA TENTAR QUEIMAR JACKSON NA MIDIA NACIONAL. PARA SE TER UMA IDEIA O TEMA DA NOTA É DESCONHECIDO ATÉ DOS MARANHENSES QUE NÃO SABIAM DA PREPOSIÇÃO DO DEP TATÁ MILHOMEM, SARNEYSISTA DE CARTEIRINHA. ESTA TURMA DO SARNEY NÃO TEM JEITO MESMO.....

14/04/2008 | 0:00


Em defesa do babaçu

O Maranhão não terá palmeiras onde canta o sabiá se o governador Jackson Lago aprovar projeto do deputado Carlos Alberto Milhomem para derrubar o babaçu em zonas urbanas de todo o Estado. Cem mil empregos estariam ameaçados.

www.claudiohumberto.com.br

O Independente disse...

SE DEPENDER DE UMA NOTA ENCOMENDADA POR SARNEY E CIA. NO BLOG DO IN(DEPENDENTE) WR SOBRE O PROCESSO FAJUTO QUE TENTA ARRANCAR NA MARRA O GOVERNADOR JACKSON LAGO DO CARGO, ROSEANA(E SÓ ELE PENSA ASSIM)JÁ PODE ENCOMENDAR O TERNINHO DA POSSE. SERÁ QUE O RICARDÃO TÁ DANDO SÓ UISQUE BALEADO PRO HOMEM E ISSO TÁ AFETANDO SEU CÉREBRO?????

SEU JOCA disse...

SARNEY, AQUELE NÃO INDICA NIGUÉM A LUGAR ALGUM ATACA NOVAMENTE....

DEPOIS DE BRIGAR PELA INDICAÇÃO DE LOBÃO E DO PRESIDENTE DA ELETROBRÁS, SARNEY AQUELE QUE CONHECE TODO MUNDO, MAS NUNCA INDICOU NINGUÉM A CARGO ALGUM, QUE NUNCA SE UTILIZOU DA SUA CONDIÇÃO DE EX PRESIDENTE DA REPÚBLICA DA BRIGAR POR CARGOS, QUER AGORA UM NOME DE SUA CONFIANÇA NA DIRETORIA DA ANATEL, AGÊNCIA REGULADORA DO SETOR DE TELEFONIA. A FOME DE PANTALEÃO POR CARGOS DEVINITIVAMENTE NÃO TEM LIMITES......

A NOTA BAIXO É DE O GLOBO, EDIÇÃO DE ONTEM, DOMINGO 13/04/2008

Vaga de diretor da Anatel cria disputa entre PT e PMDB

Ministro indica a Lula nome ligado a Sarney e petista reage

Mônica Tavares
BRASÍLIA. Uma nova disputa se desenha entre PMDB e PT nos corredores do Palácio do Planalto, desta vez pela última vaga aberta no conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Após apoiar a candidatura do atual superintendente de Serviços Privados do órgão regulador, Jarbas Valente, o ministro das Comunicações, Helio Costa, decidiu indicar ao presidente Lula Emília Maria Silva Ribeiro, nome do senador José Sarney (PMDB-PA) e hoje representante do Senado no conselho consultivo da Anatel. Costa, senador licenciado por Minas Gerais, é cota peemedebista no ministério.
Presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, Walter Pinheiro (PT-BA) estranhou a escolha, dizendo que o ministro defendia Valente. O PT, inicialmente, queria para a vaga Murilo Ramos, professor da UnB e ligado aos movimentos de democratização da comunicação. Como Valente tem perfil técnico, os petistas acabaram concordando com a indicação de Costa. Pinheiro disse que se fosse chamado para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por exemplo, não aceitaria, "mesmo sendo político", por não ter experiência na área.
- Temos necessidade de substituir diretores por quadros técnicos - disse Pinheiro, antecipando a briga a ser decidida por Lula, a quem cabe indicar ao Senado o candidato à vaga na Anatel, aberta com a saída de José Leite Pereira Filho.