quarta-feira, 9 de setembro de 2009

AS DIFERENTES DECISÕES DO TSE NA OPINIÃO POPULAR: TEVE OU NÃO INTERFERENCIA POLÍTICA?

Até agora, ninguém entendeu por que as decisões do TSE, têm mudado tanto os rumos da política, decididas no voto popular.

Justamente o TSE, o poder que deveria zelar pelo “direito” ao voto, é na verdade, quem tem anulado esse valioso direito. Hoje, na Assembléia legislativa, alguns deputados sensíveis ao clamor popular, criticaram duramente a ultima decisão do TSE, que diferente do foi feito em alguns estados, não autorizou a posse do segundo colocado naquele Estado.

No Estado do Tocantins, diferente do Maranhão e Paraíba, houve cumprimento rigoroso da lei, o presidente da Assembléia irá assumir, mas a eleição não será direta (pelos votos do povo). Adivinhem quem se beneficiou na história de novo???

Exatamente, o PMDB que tem Michel Temer na Câmara dos deputados e José Sarney na Presidência do Senado. Ambos transitam livremente entre os ministros, inclusive a indicação de alguns, teria sido feitas por eles.

Dois pesos e duas medidas?


Dois governadores foram cassados, nos dois casos, quem assumiu foram candidatos do PMDB (que perderam no voto). Os votos da maioria da população de dois estados foram invalidados.

Passados seis meses da absurda decisão, o TSE decidiu cumprir a lei, ontem determinou que em Tocantins, assuma o presidente da Assembléia Legislativa, para que em seguida haja eleição indireta (escolha feita pelos deputados). Esse é o país que a lei nos obriga a votar.

É esse mesmo país que invalida os votos da população. Esse é o país que as decisões políticas são resolvidas nas altas cortes. Esse é o país, que a opinião da população nada vale.

Que país é esse?

2 comentários:

Mano disse...

Total interferência política. O TSE é uma das instituições mais vergonhosas do país. Os deuses togados e suas decisões facciosas, estão jogando no lixo os votos de milhões de eleitores para beneficiarem o PMDB. Esse é mais um dos absurdos que acontecem neste país. Quem vota com convicção, quem exerce sua cidadania com honestidade, está sendo posto na vala comum dos que vendem seus votos, segundo essas esdrúxulas decisões dessa corte ditatorial,

Zé Indignado disse...

O Mano disse tudo o que eu gostaria de dizer. Faltou pedir autorização ao TSE para que os eleitores do Maranhão, fiquem dispensados de votar novamente, pois aos quatro ministros do TSE, basta perguntar ao Sarney quem ele quer na vaga que deveria ser escolhida pelo povo. Não precisa a farsa da eleição.