sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Sexta feira é dia de poesia

Volíveis

Ah ansiedade pelo tempo eu que eu for adulto
E os meus problemas astuto
Eu irei solucionar
Ah ansiedade pelo dia em que eu for eleito
E os problemas da cidade prefeito
Tentarei amenizar

Ah ansiedade por um mundo mais solidário
Por um povo menos otário
Que seus direitos venham reivindicar
Ah ansiedade pelo único dialeto
E o fim do analfabeto
Possamos comemorar

Ah ansiedade pelo dia em que o presidente
Comece a olhar pela gente
E a uma mudança no País esboçar
Ah ansiedade que ao invés da burguesia
O pobre é quem teria
Voz e vez para falar

Ah ansiedade pelo caminho sinalizado
O País todo urbanizado
E os esgotos sanear
Ah ansiedade por um mundo igualitário
Com os pobres humanitário
E os negros respeitar

Ah ansiedade que um dia o empresário
Faça um esforço diário
De asilos visitar
Ah ansiedade pelo fim da alienação
Que a poesia no coração
De todos possa entrar

Ah ansiedade pelo tempo em que eu for adulto
E os meus problemas astuto
Eu irei solucionar
Ah ansiedade pelo tempo em que eu for ministro
E os problemas do povo, insisto,
Tentarei amenizar

(Ronnald Kelps) email:

Um comentário:

Raimundo Nabate disse...

essa situação Ronnald Kelps, não é apenas nacional. durante vinte dias o estado nazista de Israel atacou à faixa de gaza atraves de bombardeios aereos e maritimos e uma invasão por terra com tanques e soldados. com o apoio dos EUA assasinaram mais de 1300 palestinos, entre os quais quase 500 são crianças e deixaram mais de 5000 feridos. a morte de centenas de crianças e o bombardeio de escolas demonstra a crueldade do terrorismo de Israel contra o povo palestino.