quarta-feira, 27 de agosto de 2008

SARNEY MENTE, MENTE E MENTE

Disse ele:

"Deus me deu o dom de não guardar ódio" E o que dizer desta frase:

"Vamos nos libertar de Zé Reinaldo, desse Judas andrajoso e repugnante, que irá arder na fogueira de sua própria consciência,"

em 29.10.2006 e ainda em 31.12.2006, ele termina seu artigo dizendo para o mesmo Zé Reinaldo, diz "

Vade retro," que quer dizer para trás, usando termo mesmo em latim, porque o Diabo, dizem, fala muito bem o Latim. Isso não é guardar ódio!!!

"A afirmação de ser sempre governista é uma injustiça comigo"

Diz ele então que foi oposição a Getúlio Vargas e Juscelino Kubtischek.

Mas Sarney só passou a ter mandato político mesmo em 1955, e o último mandato de Getúlio foi em 1954. Então retirando só os 5 anos de Juscelino, desde Vargas somam-se 49 anos de nossa história e Sarney tem 53 anos de atuação política. São 4 anos a mais. Então o mais correto ainda não é nem que ele sempre foi governista, mas dizer que sempre e muito mais ele foi governista.

Depois de Juscelino, sabe quantos presidentes já se passaram? 16, são 47 anos seguidos ENTÃO, sem injustiça, GOVERNISTA, daquele lema

"quem for ficar, eu tô junto" "O Maranhão é pobre porque não tem boas terras"

Pelo amor de Deus, o Maranhão, tem mais de 60% de terras agricultáveis e a maioria de sua população vive no campo. Como então ainda sobrevivem os que vivem no campo? Não é possível assistir ao vídeo por completo, demora para carregar. Mas tem uma coisa estranha: O jornal Estado grifa assim: Punição a torturadores da ditadura :

"Não tinha conhecimento nenhum, pois estava no Maranhão" Mas a Folha On line, responsável pela entrevista diz:

"Não tinha conhecimento nenhum [das torturas], pois estava no Maranhão, era governador do Maranhão"

Ele não tinha conhecimento então dos torturadores ou das torturas. Quem vocês acham que está falando a verdade? Se for, que não sabia das torturas, mas uma grande mentira. Em 19 de dezembro de 1968, Sarney publicou em seu próprio jornal:

"Eu apoiei e por ela fui apoiado".

2 comentários:

SEU JOCA disse...

Meu caro Ricardo, permita a este velho joquinha a ousadia de acrescer mais uma mentira de don bigodon durante a sabatina ao seu extraordinário relato: é o seguinte, don bigodon em dado momento, foi perguntado sobre a questao do nepotismo e de bate pronto se disse a favor da decisão do stf, até aí tudo bem, mas ao tentar completar o que dizia, sarney simplesmente soltou uma mentira digna das melhores histórias do pantleão de chico anysio. o senador amapaense simplesmente disse que nunca empregou parente nenhum e que nunca praticou o nepotismo, pode uma coisa dessa? Talvez a esclorose, por conta da idade já avançada tenha feito o velho esquecer que quando foi presidente, tanto dona rosa mimada, quando jorge baforada eram seus assessores no planalto, ou seja eram funcionários da presidência da república, sendo que baforada foi "estrela" de um dos maiores escandalos do governo de don bigodon e quase derruba o sogro da cadeira número 1 do planalto, sendo inclusive demitido o que acabou por levar ao fim da primeira faze do casamento de ambos. Tá vendo pantaleão como mentira tem perna curta!

SEU JOCA

Anônimo disse...

Ricardo, a mentira e a desfasatez de Sarney não tem limites. Ele desrespeita até a família de sua mulher.
Sarney disse que "não tinha conhecimento de torturas".
Quer dizer que ele não sabia que a médica MARIA ARAGÃO, sogra de Roberto Macieira (irmão de D. Marly) foi presa e torturada ferozmente durante a ditatura inaugurada em 1964 e apoiada por Sarney ??????
ALém de Maria Aragão, várias pessoas foram presas e torturadas no Maranhão ou levadas presas e torturadas em Fortaleza.
O Governador do Estado não sabia ??!!
Ou era muito incompente ou muito conivente !