quinta-feira, 10 de abril de 2008

Jornalista assassinado (no governo Sarney)

Hoje, no Maranhão, quem tenta agredir jornalista vai preso. Quando Sarney era governador era diferente. Na época jornalistas eram assassinados por policiais civis, caso de Othelino Nova Alves, morto em 1967.

Ainda no governo Sarney o líder camponês Manoel da Conceição teve sua perna arrancada por conta da ação da Policia Militar. As coisas mudaram no Maranhão.
Os movimentos sociais têm hoje outro tipo de relação com o governo e os jornalistas podem exercer seu trabalho com liberdade. Mas, ainda tem uns e outros que, por conta de algumas moedas e de uma índole acanalhada, dizem que o atual governo representa o retrocesso.

É impressionante como o resultado eleitoral de 2006 fez com que o pessoal que votou em Roseana tenha perdido o senso do ridículo. Coitados...

Um comentário:

joão nepomuceno disse...

é de enojar até hiena ver a deputada helena helluy ocupara a tribuna da AL para defender alguém com o histórico de chiquinho escórcio. depois de pedir votos para roseana em timon não imaginei que a deputada ainda fosse capaz de atitude mais tresloucada.