quarta-feira, 5 de março de 2008

COINCIDÊNCIAS????

O blog fica hoje com um questionamento: você acredita em coincidência ou acredita que nada é por acaso?
Menos de três meses após a posse de Nelma Sarney ter chorado ao ser eleita vice-presidente e cumulativamente corregedora do TRE-MA, responsável pelos trâmites administrativos, São Luís amanhece com a notícia de que o TRE não tem dinheiro para as eleições(fato inédito pelos menos até então pra mim. Se souberem do contrário me informem).


Até então o TRE num passado recente nunca havia se reclamado pelo menos publicamente de falta de dinheiro. E agora segue para Brasília para pedir apoio da bancada federal maranhense para reaver R$ 1.080 milhão retirados do orçamento. Corte feito em todos os estados totalizando 9 milhões.

Estranho ainda são as contradições. Cleonice Ferreira afirmou que “o dinheiro seria exatamente a verba dos atos preparatórios das eleições”, nas palavras da presidente, Cleonice. Mas não soube especificar quais “atos”, como revelou matéria do Jornal “O Imparcial”.

Já comparando o Jornal “O Estado” e “O Imparcial” outra contradição. No primeiro declara, que a pretensão é estimular o trabalho voluntário”, no segundo afirma que em 2008 deverá ser mantido o valor de R$10,00 por mesário”.
Seria coincidência ou nada mesmo acontece por acaso?

9 comentários:

SEU JOCA disse...

BLOG DA MURANTE É PEGO DESCARADAMENTE NA MENTIRA TENTANDO PASSAR CONTA REJEITA DO PSB DE 2003 DE RICARDO MURAD PARA JOSE REINALDO QUE SÓ EM 2005 ENTROU NO PARTIDO.

O JORNALISTA DÉCIO SÁ TENTOU BOTAR NA CONTA DE JOSE REINALDO AS CONTAS REJEITADAS ONTEM PELA CORTE ELEITORAL DO PSB. SÓ NÃO CONTAVA COM A BOA MEMÓRIA DE SEU JOCA E DO GOOGLE ONDE FACILMENTE SE ENCONTRA REGISTRO DE QUE JOSÉ REINALDO SÓ ENTRO NO PSB NO DIA 25/09/2005, UM SEXTA-FEIRA. VEJA A MENTIRA DE DÉCIO E A RESPOSTA DE SEU JOCA EM SEGUIDA:


Te cuida, Zé Reinaldo!
TSE mantém rejeição de contas do PSB


O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade e de acordo com o voto do relator, ministro Marcelo Ribeiro (foto), negou seguimento a Agravo Regimental no Agravo de Instrumento (AG 7616) interposto pelo Diretório Estadual do Partido Socialista Brasileiro no Maranhão (PSB-MA) contra a rejeição de suas contas relativas ao exercício financeiro de 2003.

De acordo com os autos do processo, as contas partidárias foram rejeitadas por conterem vícios insanáveis, pelo fato de ter transitado pela conta do Fundo Partidário, importância que excedeu ao valor que foi destinado naquele exercício, ao Diretório Regional do PSB.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) rejeitou a prestação de contas do partido, motivo pelo qual o PSB-MA interpôs o Agravo no TSE, sob o argumento de que ainda faltaria esclarecer a motivação pela qual o TRE maranhense decidiu pela insanabilidade das contas, conforme prevê a Constituição da República, artigo 93, item IX, que garante a fundamentação de todas as decisões do Poder Judiciário, sob pena de nulidade.

Para o ministro Marcelo Ribeiro, inicialmente, verifica-se que o agravo encontra-se mal formado, pois não há procuração nos autos, o que inviabiliza o conhecimento do apelo, de acordo com a jurisprudência do TSE.

Além disso, o ministro lembrou que não cabe recurso especial contra acórdão de Tribunal Regional Eleitoral que examina prestação de contas de candidato, por constituir decisão de índole eminentemente administrativa.

De acordo com o relator ao citar precedente da Corte, “Não há como prosperar a alegação de vícios no aresto ora embargado se o apelo sequer foi conhecido, em razão do tema nele versado”. Sua decisão foi acompanhada por unanimidade.


REPOSTA DE SEU JOCA:

Em 2003 Jose Reinaldo era filiado ao PFL hoje DEM, só em 2004, ele saiu e foi para o PTB. e em 2005 foi para o PSB, extamente no dia 25/09/2005 uma sexta-feira, registro muito facilmente encongtrado no google. O PSB de 2003 era de RICARDO MURAD por isso é ele quem deve se explicar por essas contas hora rejeitadas. MENTIRA TEM PERNA CURTA MEU CARO DÉCIO.

Tixa disse...

Ainda estou para entender o "sistema" eleitoral no MA...
Tava esperando uma postagem sobre a mudança para o fórum (sarneysista não!?) do processo da campanha de Jakson...

Anônimo disse...

onde esse sobrenome sarney está existe sempre alguma dúvida envolvendo dinheiro.

Anônimo disse...

essa famíglia sarney só pensa em se dar bem às custas do erário público.

gilmar lima disse...

parece até perseguição, mas onde essa gente do sarney se encosta tem escândalo envolvendo dinheiro na certa.

SEU JOCA disse...

DEU NO ESTADÃO:

CHANTAGEM CONFIRMADA!

APÓS CONSEGUIR NOMEAÇÃO DE AFILHADO SANEY DESISTE DA LICENÇA NO SENADO.


Quinta-Feira, 06 de Março de 2008

Sarney consegue cargo para afilhado e desiste de licença
Com ida de Muniz Lopes para Eletrobrás, governo evita perder estreita maioria que possui no Senado

Christiane Samarco

Atendido pelo Planalto, que nomeou o presidente da Eletrobrás de sua escolha, o senador José Sarney (PMDB-AP) não vai mais tirar licença do mandato. Confirmada a indicação de seu afilhado José Antonio Muniz Lopes para a presidência da estatal, na terça-feira, ele comunicou ao líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), que desistira da idéia.

Irritado com a disputa com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, em torno do loteamento do setor elétrico, Sarney anunciara que pediria a licença para se dedicar à literatura. O gesto seria seguido por sua filha, a senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), e por Gilvan Borges (PMDB-AP), enfraquecendo em pelo menos três votos a maioria o governo tem no Senado, já estreita.

O último obstáculo que poderia atrapalhar a eleição de Muniz pelo Conselho Administrativo da Eletrobrás, marcada hoje à tarde, foi removido ontem. O Tribunal de Contas da União (TCU) acatou recurso inocentando-o da suspeita de erro de gestão na Eletronorte, estatal que ele presidiu depois de passar pelo comando da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf).

Por decisão unânime, o TCU livrou Muniz do pagamento de multa de R$ 3 mil, pela contratação de um projeto supostamente desnecessário. Tanto o relator Augusto Nardes como o ministro Ubiratan Aguiar, que pedira vista do processo havia duas semanas, avaliaram que o serviço contratado pela Eletronorte era necessário para subsidiar uma decisão que envolvia a compra de energia de uma usina privada.

FORÇA POLÍTICA

Mais do que o comando da mais importante estatal do setor elétrico, estava em jogo a força política do ministro de Minas e Energia, senador Edison Lobão (PMDB-MA), que também foi indicado pelo amigo Sarney, com o apoio oficial da direção do PMDB e da bancada do Senado. Mas as indicações de Sarney não param aí. O novo diretor financeiro da Eletrobrás, Astrogildo Quintal, é outro afilhado seu.

Raupp também venceu uma queda-de-braço com o PT. Embora o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), lutasse para indicar um nome para a Diretoria de Construção de Furnas Centrais Elétricas, quem levou a melhor foi o PMDB. O cargo será de Antonio de Pádua, sugerido pelo líder.

No início da semana foi a bancada federal do PMDB de Minas que derrotou o PT do senador Delcídio Amaral (MS). A Diretoria Internacional da Petrobrás ficou com Jorge Zelada, como queriam os deputados mineiros.

O afilhado de Delcídio, que tinha o apoio do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu um belo prêmio de consolação: ficou com Nestor Cerveró a Diretoria Financeira da BR Distribuidora. O deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) também conseguiu emplacar Lívio Rodrigues de Assis na presidência da Eletronorte.

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080306/not_imp135640,0.php

Anônimo disse...

PH 'chupa' nota de Gilberto Amaral

A nota publicada na seção Trivial Variado da coluna do Pergentino HOlanda da última sexta-feira, que trata da desistência do pedido de licença do senador José Sarney, foi copiada na íntegra da coluna de Gilberto Amaral, do Jornal do Brasil de quinta-feira. Para comparar, veja a nota do colunista brasiliense: "Vamos com calma - Os apressadinhos que esperem sentados. O senador José Sarney não tem nenhuma pressa em formalizar seu pedido de licença do mandato. Talvez até desista, atendendo aos apelos da base partidária e do eleitorado amapaense."

Ormuz disse...

CANALHA! To nem aí pra ti, pau mamdado pra toda obra. Covarde, imbecil e canalha duplo, vc era!

Ormuz disse...

Ta satisfeito. Se os outros se importam, eu não me importo mais. Agora, to aqui. E você, covarde, ta onde? Diga? Tem medo de mim porque suas idéias são lixo, canalha escondido!