quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Na casa de Sarney, tropa de choque ri do 'pobre relator’

O jornal “O Estado de São Paulo” revelou que depois da absolvição, Renan Calheiros (PMDB-AL) foi direto para a casa do senador e ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) no Lago Sul - considerada o centro do poder do PMDB em Brasília.

Diz ainda que dali, do lado de fora da casa foram ouvidas sonoras gargalhadas. E Renan, ainda segundo um dos comensais, mais de uma vez se referiu ao senador Jefferson Péres (PDT-AM), que pediu sua cassação no Conselho de Ética, com a expressão “pobre relator”.

Na verdade, quem está rindo com as paredes são os adversários de Sarney ao cargo de prefeito de São Luís ou a Governador do Maranhão.

Isto porque, matérias como esta do Jornal Estado são provas que bem utilizadas, assegurarão a vitória de qualquer adversário e a derrota(mais uma) do grupo de Sarney.

Afinal, são provas incontestes da íntima amizade e do árduo trabalho feito por Sarney para absolver um adúltero(age contra a família e isso em São Luís tem um impacto enorme ainda) corrupto(mais um no meio de tantos ladrões) e que não trabalha(ele mesmo admitiu isso como consta no livro de Mônica Veloso, sua ex-amante).

Olha esta frase com as letras vermelhas garrafais num fundo preto na tela da TV durante o programa eleitoral?

É isso que você quer como prefeito ou Governador? Um amigo íntimo de quem não tem respeito nem por sua família, um corrupto e que não trabalha?? Não!!! Vote em....

É só querer vencer. Eles mesmos têm fornecido farto material para a campanha.
E pelo visto, nas próximas eleições vai valer o ditado popular: quem ri por último, ri melhor!!!

7 comentários:

Profeta do povo disse...

Antonio Carlos Magalhães também dava suas gragalhadas e gostava de amantes. Hoje o ex-poderoso ACM é uma lápide fria num cemitério qualquer de Salvador. O Sr. Sarney, que ainda deve muitas explicações ao Brasil, não e imune a Grande Lei. Mais tempo, menos tempo, vai chegar a hora dele responder por todas essas patifarias. Quem viver verá !

Mano B. Rock disse...

Essa é cara da história recente da política brasileira. O país mergulhado em um mar de lama e a canalhada mostrando todo seu escárnio em relação ao povo! Bando de ratazanas que infestam a Nação!

Tonny Vinicius Santacruz disse...

É uma vergonha para o Maranhão ter uma senadora que chora quando um companheiro seu, criminoso dos grandes, se livra da cassação. É vergonhoso ver o pai dela, o Sarney velho, oferecer festa para comemorar a segunda absolvição desse canalha Renan. E o cara é tão cínico q ainda fica dando gargalhadas juntamente com Sarney por terem mais uma vez escarrado no povo brasileiro, manchado o Senado, usado o poder para comprar até os senadores da oposição. É uma vergonha!!!
Cadeia para Renan é pouco!
Xô Sarney!!!!

O Observador disse...

Caro Ricardo(se posso lhe chamar assim)

Lembro de um episódio do Batman: quem ri por último, ri bem.

'Thats enought', invejoso

O Observador disse...

To só te 'sacando', ô, da Pública. Desista...

O Observador disse...

Olha o que pensa um petista de carteirinha dos teus patrões. Publique, ô, invejoso, da Pública eu, invejo os milhões que vcs assaltam por aqui)! Ou será que o cabra ( o 'hidráulico' Adersinho, 'bien sur' não serve mais?

WR — Com o atual secretariado?
Fernando Magalhães (presidente do PT de São Luís) — na nossa opinião, ninguém avança para a democracia e o progresso com gente como esses tucanos, João Castelo, Roberto Rocha, Aderson, com esse secretário da Educação, Lourenço Vieira, pessoas de feição direitista, acostumados à repressão e a outras práticas condenáveis. Eles têm uma influência muito forte e negativa no governo.
´-----

Ta explicada a sua inveja.
T

Juari disse...

Nem tinha visto essa.

É cada um mesmo.

Ricardo, parabéns pelo seu trabalho ignore essas pessoas que tentam te atribuir algo tão inerente a eles.

Força no seu trabalho.

Essa espaço que voce abriu para caçar fantasma foi excelente!

Parabéns mantenha-se lutando.