segunda-feira, 22 de outubro de 2007

DÉCIO SÁ É CONFUNDIDO COM MARCO DEÇA E NÃO GOSTA

Sexta-feira à noite, estava no jantar promovido pelo PT (Refazendo o Amanha), pela chapa em que concorrem à presidência estadual, Augusto Lobato e municipal, Franklin Douglas, quando quem aparece? Décio Sá detonador.

Mesmo detonando o PT apareceu por lá com a maior cara lavada. Só que se arrependimento matasse...

Em certa altura do jantar, Detonador não gostou nada nada quando Lobato o confundiu com o Marco Deça, e durante seu pronunciamento afirmou que o PT estava ali para combater o Sarney mesmo, opaaa!!! A galera aplaudiu com fervor... Após isso nem fumaça do detonador Bocão.

Alô Lobato e Frank Douglas, na próxima vez, vejam se escolhem melhor os "convidados". Ah, além de ficar solto e á vontade, ainda veio me encarar, pode? É como diz o Dr. Peta, esse detonador do mal não tem jeito mesmo, hô cara dura... Ainda bem que nem sorri, fiz cara dura também, pois é nenhum sorriso dou para quem acaba de detonar meu partido do coração e aparece na festa sorrindo com todos...

6 comentários:

cíntia jabuaquara, estudante disse...

ELES NÃO SE BICAM JÁ FAZ ALGUM TEMPO, CASO DE INTERESSES CONTRÁRIOS E TAMBÉM POR CONTA DE UMA AMIZADE AFINADA ENTRE O BLOGUEIRO DO COROADO E AQUELE "INDEPENDENTE" DA LAGOA DA JANSEN. PARA RESUMIR A CONFUSÃO É DESDE QUE A BRANCA LEVOU TACA NA ELEIÇÃO.

SEU JOCA disse...

LUIZ CARLOS AZENHA NOS BRINDA EM SEU BLOG VIA MUNDO COM UM POUCO DO QUE É CAPAZ ZÉ SARNEY PARA CONSEGUIR O QUE QUER E PARA COMPLETAR AINDA DÁ UMA BELA DE UMA ESCULACHADA NO BLOGUEIRO PUXA SACO DE SARNEY DÉCIO SÁ.

"Realidade faz 3 a 0 em colunista do Sarney

Em 14 de julho de 2005, o colunista Décio Sá, de "O Estado do Maranhão", publicou um artigo sobre a suposta inteligência de José Sarney. No artigo, o jornalista reproduz a opinião do deputado estadual Joaquim Haickel e do filho de José Sarney, Fernando Sarney, segundo a qual o tucano Roberto Rocha não se elegeria deputado federal. Considerando que Sarney, o ex-presidente, é dono do jornal, trata-se de uma boa puxada de saco no patrão, além de jogar luz no estilo Sarney de fazer política:

"A inteligência de Sarney

Décio Sá - Jornalista

Pode até soar estranho, mas o ex-deputado Roberto Rocha (PSDB) só tem feito elogios à inteligência e à maneira polida como o senador José Sarney (PMDB) faz política. Em rodas de amigos tem contado a seguinte história para confirmar até uma certa admiração que mantém pelo ex-presidente.

Eleições de 1998. Rocha tem o apoio fechado para sua candidatura a deputado federal do ex-prefeito de Bom Jardim, Manoel Gralhada. A então governadora Roseana Sarney (PFL) e o senador João Alberto (PMDB) tentam demover Gralhada do apoio ao tucano para cerrar fileiras com a candidatura de Albérico Filho (PMDB), sem sucesso.

E quando Sarney é chamado para resolver a situação. Ele vai a Bom Jardim conversar com Gralhada.

- E aí Maneco, como vai ?! - diz Sarney ao prefeito já demonstrando grande intimidade.

Depois de um bom tempo de conversa jogada fora o ex-presidente entra no assunto.

- Mas Maneco, quem você vai apoiar para deputado? questiona.

- Presidente, aqui nós vamos apoiar o Roberto Rocha - responde Gralhada.

- É um excelente candidato! Mas já tem muito voto. Inclusive, o pai dele, o saudoso Luiz Rocha, foi eu quem coloquei na política. Com meu apoio chegou a ser governador. Por que o senhor não apóia o Alberiquinho, que é quem está precisando de voto aqui na região? continua Sarney.

- Mas presidente, o Roberto ajudou muito minha administração. Trouxe ao município vários benefícios - retrucou Gralhada.

- O que ele lhe deu que eu não posso dar? quis saber o ex-presidente.

Nesse momento Gralhada reclama de problemas que o município tem com abastecimento de água e luz.

Sarney então pede a um assessor que coloque o prefeito em contato de imediato, por telefone mesmo, com os presidentes da Caema e da Cemar. Eles garantem atender todos os pleitos de Gralhada.

No outro dia todo o material de campanha de Albérico Filho chega a Bom Jardim. Mas o final da história acaba feliz para os dois: tanto Albérico quando Roberto Rocha são eleitos. Segundo o tucano, essa história lhe foi contada pelo próprio Manoel Gralhada.

Bucha de canhão

Ao contrário do que muita gente imagina, não é fácil uma eleição de Roberto Rocha (PSDB) a deputado federal. A avaliação não é política, é matemática.

Segundo cálculos feitos por Fernando Sarney e Joaquim Haickel, experts no assunto, o quociente eleitoral para deputado federal será de 170 mil votos - 70 mil votos para deputado estadual.

Se o PSDB não coligar ele vai disputar a vaga com Sebastião Madeira, dono de cerca de 100 mil votos. Para fazer dois deputados, o PSDB precisaria de 340 mil sufrágios, o que é difícil de imaginar já que nas eleições de 2002 o terceiro colocado pelo partido não passou de 5 mil votos.

Se Castelo desistir da disputa majoritária, a situação de Rocha também é difícil, pois o PSDB deve eleger só dois federais. Ou seja, Roberto Rocha poderá acabar virando bucha de canhão no ninho tucano. Talvez seja por isso que ele anda pensando em trocar de partido."

O deputado Roberto Rocha se elegeu com 139.294 votos. Foi um dos quatro deputados federais eleitos pelo PSDB.

Ou seja, o colunista de "O Estado do Maranhão" é péssimo de previsão: disse que Rocha só se elegeria com 170 mil votos (errou), que Rocha disputaria uma vaga com Madeira (os dois se elegeram) e que o PSDB só elegeria dois deputados federais (elegeu quatro). Tomou de 3 a 0. E ainda confirmou que Sarney troca benefícios de empresas públicas por votos."

http://viomundo.globo.com/site.php?nome=Bizarro

José disse...

Ricardo, esse blogueiro criador de factóides, escolheu a profissão errada. Deveria ser investigador da polícia! Não tem jeito, o carrapato não desgruda e até mesmo onde não é e nem pode ser bem recebido ele aparece na maior cara-de-pau. Uff!!!

amiliano rodrigues disse...

será que essa figura nefasta não estava a procura de outra coisa?
a fonte secou, sabe como é, saco vazio não se põe de pé.
de qualquer forma ricardo, se benze com galho de arruda e banha com sal grosso, pois essa catinga de sarney quando pega sai de baixo...a urucubaca é pra sempre.

Décio coiffer disse...

rsrsr!!!
Esses blogueiros do sistema mirante sempre tiveram cara de bundôes!!
Um bundâo careca e outro sarará..kkk

Anônimo disse...

se o decio quiser encarar, é só chamar o bope;;;