quarta-feira, 17 de outubro de 2007

17 CRIANÇAS EM PODER DE PRESOS. 17 CRIANÇAS

A equipe da Mirante cumpre com seu trabalho. Acompanha e narra toda tragédia. Todo horror. Pode-se ouvir os gritos das mães.
17 CRIANÇAS EM PODER DE PRESOS. 17 CRIANÇAS. 13 MULHERES

Enquanto isso, em Brasília.
Sarney?
Sarney, corre de um lado a outro, ocupado demais e ensandecido em fazer o novo presidente do Senado ou inquieto pensando em quem vai tornar o novo Ministro de Minas e Energia.

Mães choram desesperadas. A notícia é de que há um bebe de cinco meses de posse dos presos. UM BEBÊ DE APENAS CINCO MESES
Enquanto isso....

Roseana Sarney?
Roseana bebe ao lado do marido no Marafolia.
E assim se sucedem, Edson Lobão pensa em o que fazer para ser o novo Governador do Maranhão lá em 2011.

E Cafeteira deve estar se preparando para arquivar mais um processo ou para a próxima cirurgia.

São quase 20 horas em que as crianças estão em poder dos presos
Enquanto isso
Ricardo Murad permanece com seu sorriso sarcástico na tribuna.
Paulo Neto está voltando da licença.
Carlos Filho está curtindo sua licença de 121 dias, diz que para tratamento de saúde.

Uns não levantam a vista de seus discursos em defesa de Jackson.
Outros não levantam a vista de seus discursos em defesa de Sarney.

OS REFÉNS SÃO LIBERADOS. ALGUMAS CRIANÇAS ESTÃO DESMAIADAS
Jackson abre evento, encerra evento, reúne-se. Eurídice anda por recomendação médica.

E os dias passam assim. Cadeias lotadas. Presos se amontoam. E a violência cresce com a mesma velocidade do olhar indiferente.
Solução? A solução está a um palmo do nariz.

Basta apenas que estes todos que estão no poder deixem de olhar apenas para o próprio umbigo e passem a AGIR, é AGIR, em sua volta. Juntos por que não?
Do contrário a situação chegará a um ponto insuportável. E poderá ser com qualquer um.

Mas ainda bem que desta vez as frias estatísticas dos óbitos não ganharam, mais uma vez, rostos inocentes e infantis.

Mas qual precisará morrer de uma próxima vez?
No mais, aos políticos que não tiveram seus nomes publicados não se sintam excluídos. Foi só uma questão de falta de espaço.

14 comentários:

cidadão e eleitor disse...

SERIA MUITO BOM QUE ESSE TAPA DADO POR VOCÊ COM LUVAS DE PELICA EM TODOS OS POLÍTICOS MARANHENSES, SEM EXCESSÃO, SIRVA PARA ACORDÁ-LOS PARA A REALIDADE EM QUE ESTAMOS VIVENDO, IRVA PARA AGUÇAR SUAS SENSIBILIDADES, FAÇA RENASCER DENTRO DE CADA UM DELES O ESPÍRITO PATERNAL, MATENAL, FRATERNAL OU SEI LÁ O QUE, O IMPORTANTE É QUE NÃO CONTINUEM MAIS DEITADOS ETERNAMENTE EM BERÇO ESPLÊNDIDO OU ALIMENTANDO SUAS VAIDADES PESSOAIS E COMECEM A PENSAR UM POUCO NAQUELES QUE SÃO OS PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS PELAS VIDAS NABABESCAS QUE LEVAM. O POVO CLAMA POR PAZ E JUSTIÇA.

waleska, universitária disse...

votei no dr. jackson e tenho certeza tratar-se de um homem de bem, mas para governar não basta apenas o governador ser um homem de bem, todos que o assessoram e o cercam também precisam ser pessoas ilibadas, de caráter e comprometidas com o bem comum, e isto anda muito em falta no atual governo.

Mauro disse...

foi uma total vergonha para o maranhão o caso desta rebelião, criança é uma dádiva e não pode em hipótese alguma passar por este tipo de agressão.Valeu, cara.

Meire disse...

Quando anunciaram que havia uma crinça de 5 meses em posso me desesperei quase chorando como pode isso? Era tanto policial dentro da CCPJ segundo o Jornalpequeno e mesmo assim as crianças passaram quase 24 dentro de uma penitencíária.Esses político todos deveriam fazer alguma coisa

Anônimo disse...

Ricardo
A RESPONSABILIDADE de quem se habilita a cargo público, especialmente majoritário, reveste-se de suma importância no capítulo Segurança dos cidadãos governados, que sufragaram o nome do eleito, outorgando-lhe sua CONFIANÇA.
Parece, INFELIZMENTE, que este aspecto foi relegado ao esquecimento, como se observa no país inteiro e em todos os plano de governo. Prevalecem "prioridades" mil.
O caso maranhense além de doloroso, foi vergonhoso, porque envolveu crianças de tenra idade e muito mais indefesas.
Somente feras usariam de tal artifício nojento.
E para lidar com irracionais desse porte há que usar de toda energia possível.
As perguntas pairam no ar. Atônita a população faz indagações que permanecerão sem resposta adequada.
"Afagos" são uma linguagem desconhecida para certos irracionais.
Desgraçadamente priorizam-se muito os "direitos humanos", olvidando os "humanos direitos", hoje agredidos a todo momento em sua integridade moral e física.
Completamente inseguros e desprotegidos buscam a saída sem encontrá-la.
Que valha a lição para prevenir outros surtos semelhantes.
Oxalá seu artigo acorde os "adormecidos" em geral, para o compromisso moral que assumiram quando se elegeram, independente de cargo, ideologia ou partido político.
Magdala

Anônimo disse...

ricardo, é com muita tristeza que sou obrigado a reconhecer que o governo jackson lago, em quem diga-se de passagem votei e acredito possa ser tão omisso com as questões mais urgentes da sociedade como a educação, que teve uma greve rídicula de 90 dias prejudicando muito os alunos da rede estadual de ensino, e a segurança pública que convive com rebeliões quese que diárias nos presídios da cidade e o governo não move uma palha para fazer alguma coisa. o governo precisa acordar e governar efetivamente.

SOLANGE BEZERRA disse...

A MIRANTE FICOU TIPO URUBU NA CARNIÇA, LOUCA PARA VER O CIRCO PEGAR FOGO, MAS PARA A TRISTEZA DELES A REBELIÃO CHEGOU AO FIM SEM NENHUM DEFUNTO PARA SER EXIBIDO COMO TROFÉU.

Anônimo disse...

Enquanto isso, ainda tem blogue ricardista pedindo que Deus ajude o pobrezinho do Monteiro. Que Deus nos ajude a não eleger corruptos e a colocar na cadeia os que ainda estão soltos.Que Deus ajude os presos e seus filhos vitimas da violência.

quem avisa.. disse...

ei blogueiro fique sabendo que já estamos no seu encalce, apenas questão de dias para vsa. receber seu 1º presente das mâos da justiça... Aguarde!!

luis de frança disse...

CARO RICARDO, NÃO SE INTIMIDE COM ESSE TIPO DE AMEAÇA. ESSE TAL QUE SE AUTO-INTITULA "QUEM AVISA" DEVE SER MAIS UMA DAQUELES "VIUVAS" DO SARNEY QUE ESTÁ SE BORRANDO DE MEDO DAS DENÚNCIAS VERDADEIRAS FEITAS NESTE BLOGUE MOSTRANDO PARA O MARANHÃO INTEIRO A VERDADEIRA FACE DA OLIGARQUIA SENIL.
OS CÃES LADRAM E A CARAVANA PASSA...

Anônimo disse...

tudo isso que acontece hoje dentro das delegacias do maranhão, onde presos se rebelam e não poupam nem mesmo indefesas criancinhas é ainda reflexo da herança maldita de 40 anos de atraso e miséria deixados pela oligarquia carcomida de sarney e roseana.
o governador jackson lago continua a ser nossa esperança para mudar esse retrato e fazer o povo maranhense recuperar sua auto-estima e a confiança de que ainda vale a pena ser honesto e ordeiro.

Anônimo disse...

engraçado, antes era mirante mentira, e agora????? divulgando o governo jackson, a mirante continua mentido?????? fala serio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

José disse...

Esse tal "Quem avisa..." sem sobra de dúvidas é um alienado mental. Sem comentários! É lamentável o que estamos presenciando quase que diariamente nos presídios e cadeias públicas deste país. Um poder judiciário que faz vistas grossas aos grandes criminosos, na maioria políticos, e pune somente os pobres, os deserdados, criou essa situação caótica que põe em risco toda a sociedade. No caso do Maranhão, o fator gerador da violência e da criminalidade foi o estado de pobreza que a oligarquia Sarney deixou de herança para o atual e futuros governantes. Além de ter criado um estado improdutivo e privatizado as nossas instituições, Sarney foi o grande responsável pela explosão do êxodo rural que se verificou nas ultimas décadas, sendo ele mesmo um dos maiores grileiros e latifundiários do nordeste, pois sem terras para trabalhar o caminho encontrado pelo homem do interior foi a cidade grande. Como Sarney não investiu na criação de empregos, no setor industrial, a exclusão social atingiu patamares nunca vistos. O resultado está aí: Cadeias superlotadas, presídios abarrotados por toda essa gente que está sofrendo as consequências de uma política social injusta implantada pela oligarquia Sarney.

Maria Alves disse...

Vamos ser racionais, a crise maranhense não começou em 1o. de janeiro de 2007, há muitos anos vem sendo produzida. Será preciso muita cautela e fôlego de leão para debelar toda essa confusão. Os senhores que fazem as leis já deveriam ter acordado para a realidade de que a maneira como está não pode ficar: abaixo essa estória de visita íntima, abaixo essa estória de preso entrar em contato fisico com quem está do lado de fora da prisão para facilitar a introdução de armas e drogas e celulares aos presos, etc. Muita coisa precisa mudar basta o Legislativo começar a legislar e abrir os olhos para a situação onde vivem.